Como Lucrar Com Facebook e Instagram?

Por motivos óbvios, as redes sociais são excelentes canais de distribuição de conteúdo. Segundo um levantamento da própria plataforma Facebook, divulgado pelo seu CEO Marck Zuckenberg em 2016, a rede contava com 1,5 bilhão de usuários inscritos, e em 2017 esse número saltou para 2 bilhões de usuários ativos.

É por isso que o facebook trata-se de uma rede social que pode ser encarada como uma excelente vitrine para:

  • Atrair público para lojas virtuais
  • Divulgar produtos
  • Angariar seguidores
  • Formar carteiras de clientes.

Porém, ultimamente os administradores de páginas empresariais têm manifestado uma certa insatisfação com o alcance das suas publicações, alegando assim que, agora a rede social dá prioridade a posts feitos por pessoas, ao invés de organizações empresariais.

E em consequência disso, algumas marcas tem migrado para o Instagram, a rede social que mostra um alcance bastante positivo principalmente para o setor de vendas e e-commerce.

Mas no fim de contas ainda é possível lucrar com as duas plataformas, principalmente se as publicações forem feitas com o objetivo de gerar compartilhamento. E por isso separámos algumas dicas que podem ajudar-lo a extrair o máximo de cada um desses canais.

Compartilhamento, a divulgação gratuita

A divulgação na internet é essencial para as empresas de nichos diferentes. Através das redes sociais fica mais fácil aproximar-se do público e mostrar, não apenas os seus produtos e serviços disponíveis, como também angariar valores à marca através de publicações interessantes, engraçadas, divulgando o seu trabalho de modo mais natural.

E é uma excelente oportunidade de demonstrar valores como engajamento e comprometimento com qualidade.

Outro fator interessante é que através do facebook também é possível obter compartilhamento desse conteúdo de maneira gratuita, por causa da interação dos próprios usuários.

Mas para conseguir isso, é preciso entender quais são os interesses do seu público, e oferecer conteúdo relevante, que gere essa necessidade de compartilhamento.

Para conseguir números ainda mais expressivos, entenda que algumas particularidades do seu conteúdo, para poderem produzir resultados melhores. Como por exemplo:

  • Horários das publicações

O próprio facebook oferece gráficos que informam os horários em que a sua página recebe mais visitas.

Explore isso fazendo publicações nesses momentos. Na maior parte das vezes ocorrem entre as 07:00 e 10:00 da manhã. Depois vão das 14:00 ás 17:00 e o ultimo horário do dia pode ser das 20:00 ás 22:00.

Mas essas informações podem variar de acordo com o seu público-alvo e por isso é pertinente avaliar os gráficos específicos referentes à sua página.

  • Imagens chamativas

Imagens curiosas, que retratem momentos cômicos, ou ilustrações multicoloridas que tragam mensagens intrigantes. Para uma publicação ser compartilhada precisa ser única, por isso tente combinar alguma imagem que represente a tendência do momento, com uma frase que faça o público rir ou pensar.

  • Fontes adequadas

A fonte escolhida precisa ser legível, então nada de arabescos nem de fundos que se misturem com as letras tornando a mensagem difícil de ler.

Nas redes sociais as pessoas scrollam (rolam) no seu ecrã muito rapidamente, e se a sua publicação não gerar um significado imediata, provavelmente irá fracassar (Ou flopar).

Conteúdos virais

Mas se quer lucrar muito com o facebook, pode ser bom começar a pensar em investimento de um conteúdo viral.

Afinal de contas, se o compartilhamento nessa rede, se dá, sobretudo através de conteúdos virais, a oportunidade de lucrar muito com a criação de algo assim é altíssima.

Mas se está pouco familiarizado com o termo, entenda que os conteúdos considerados virais são vídeos e textos que se espalham rapidamente pela web e tem milhares de visualizações. Os chamados “Memes”.

E apesar de se multiplicarem, os Memes são difíceis de produzir intencionalmente. Mesmo assim, algumas empresas alcançam o objetivo, e quando isso acontece percebe-se que quase sempre esses conteúdos têm caráter humorístico e podem representar sucesso garantido na divulgação dos produtos, porém de maneira indireta. Angariando valor à marca.

É pertinente lembrar que alguns desses conteúdos virais também funcionam como falhas, com frases que encaixam-se em diversas situações, por exemplo, o antigo, porém sempre válido: “Sabe de nada, inocente”.

Mas atenção, antes de elaborar um conteúdo de humor, certifique-se de que o seu argumento não soe ofensivo, nem desrespeitoso para o público, em contrário, o resultado pode ser catastrófico.

Como usar as tags no Instagram

Já no Instagram o marketing pode ser trabalhado de maneira mais aberta e não é necessária muita subjetividade, uma vez que a plataforma permite servir de vitrine sem interferir no alcance das publicações.

No Instagram, expor os produtos com boas imagens que os destaquem, é a técnica mais usada por quem lucra com o uso dessa rede social.

O segredo é saber empregar as tags que permitem que o público possa aceder mais facilmente ao seu conteúdo e para isso é importante pesquisar quais são as palavras que geram interesse, dos seus potenciais clientes. Evitando assim, encher as imagens com tags aleatórias que dão a impressão de que o gerenciador da conta não sabe ao certo do que está a falar.

No marketing digital a segmentação é a chave para falar diretamente com quem está interessado em produtos ou serviços como seu.

Ter um blog é a base de tudo

Ter um blog que sirva de âncora para as suas publicações nas redes sociais é uma boa maneira de manter um acervo mais amplo dos seus conteúdos e garantir que o seu público possa ter acesso a todo o seu trabalho de forma mais completa, além de garantir que a sua empresa possa resguardar-se, caso ocorra algum problema nas suas contas nas redes sociais.

Pois é, embora raros, esses problemas podem acontecer. Por vezes, alguns conteúdos do facebook e do Instagram, sofrem penalização da própria plataforma por algum motivo técnico e nessas situações, quem mantém um blog atualizado, sofre menos perda de seguidores, e ainda consegue reestabelecer-se mais facilmente, se necessário.

Mas lembre-se que o facebook tem limitado um pouco o alcance das publicações que provocam dispersão dos usuários, ou seja, links que tirem o usuário da rede social, levando-o para um site externo acabam menos visualizados, e para que isso não aconteça com as suas publicações, lembre-se de acrescentar links externos nos comentários dos seus posts.

Deixe um comentário

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.

Cadastra seu email e receba aviso toda vez que tivermos conteúdo novo no nosso blog!